Home   |   Contato  |   Mapa do site
  Sérgio Carvalhal
Sócio fundador da Kriya Cooperação, empresa de consultoria Educacional, Organizacional e Social;
Pós-Graduado em Jogos Cooperativos – UNIMONTE – Santos;
Administrador profissional do esporte pela FGV – São Paulo;
Conferencista, focalizador de Jogos Cooperativos, qualidade de vida e temas relacionados ao movimento e linguagem corporal;
Coordenador de Esportes do Programa Escola da Família – Secretaria da Educação do Estado de São Paulo – 2005 a 2007.
 
  TEMAS

“JOGANDO E RE-CRIANDO JOGOS COOPERATIVOS”

Esta oficina tem como objetivo promover e difundir a Pedagogia da Cooperação, inserindo nos participantes o conceito, o desenvolvimento e a importância dos Jogos Cooperativos como ferramenta para a construção de uma Educação voltada para a Paz.

A atividade é direcionada a Educadores que desenvolvam projetos nas diversas áreas do conhecimento, podendo vivenciar, na prática e de forma lúdica, a cooperação com a aplicação de alguns jogos.

A ação compreende uma interação com os participantes que, além de receberem orientação na aplicação de Jogos Cooperativos, sentir-se-ão estimulados a resgatar as brincadeiras e os jogos já conhecidos, re-criando-os a partir das novas possibilidades de cooperação.

Assim, nossa expectativa é a de formar multiplicadores que desenvolvam, no seu ambiente profissional, a Pedagogia da Cooperação, “jogando e re-criando jogos cooperativos”.

Perfil: Educação, Empresas e Organizações Sociais.
Participantes: 60 pessoas.
Duração: 4h.

 
“COOPERAÇÃO, UM CAMINHO POSSÍVEL NA EDUCAÇÃO”

Vivência de apresentação e aplicação dos conceitos da Pedagogia da Cooperação.

Sinalizando a cooperação como instrumento facilitador de uma melhor com-vivência entre professores e alunos, fortalecendo os vínculos e as relações do grupo. Favorecendo a implantação de uma Cultura a não-violência, base do processo de “Educar para a Paz”.

Ampliando assim, as redes de relações interpessoais, no ambiente escolar, trans-formando a Escola em terreno fértil como, pólo no desenvolvimento de relações mais sólidas e verdadeiras.

Perfil: Educação e Organizações Sociais.
Participantes: 40 pessoas.
Duração: três encontros de 4h.

 
COM-VIVER EM TIMES COORPORATIVOS”

Uma forte tendência nas organizações é a implantação da cooperação na filosofia das empresas.

Cada vez mais os profissionais em Recursos Humanos, percebem que a cooperação é um instrumento facilitador da com-vivência entre os colaboradores da Empresa.

Os reflexos são imediatos: maior comprometimento com as metas estabelecidas pela empresa; melhora significativa nas relações interpessoais e qualidade de vida das pessoas, atingindo naturalmente um aumento da produtividade ou seja, cooperar dá lucro!

Perfil: Empresas.
Participantes: 20 pessoas.
Duração: três encontros de 4h.

 
“COOPERAÇÃO, A TRANS-FORMAÇÃO DA EMPRESA”

Empresas que adotam a cooperação como, um dos pilares de sustentação a sua proposta de atuação nas relações interpessoais, entre o seu quadro de colaboradores, caminham, inevitavelmente na direção de um processo de re-construção de valores e princípios, rompendo barreiras e quebrando paradigmas.

Ao estabelecer esta nova filosofia, inicia-se o tecer de uma rede de relações mais verdadeiras, prontas a semear o terreno fértil desta re-construção. alimentando assim, na comunidade vínculos mais sólidos, maior confiança entre as equipes, estimulando e fortalecendo a competitividade frente ao mercado que atua.

Perfil: Educação, Empresas e Organizações Sociais.
Participantes: 20 pessoas.
Duração: 8h.

 
   
Rua José Bonifácio, n 197 conj. 42, Centro - CEP 11.310-080 / São Vicente - São Paulo - Brasil
(13) 3022-9717 / (13) 9721-8756